Concentre-se em Você! - Blog de Maurício Louzada - Mauricio Louzada

Busca
Palestras Motivacionais
de alto impacto
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Concentre-se em Você!

Publicado por Maurício Louzada em Para Você · 4/3/2012 11:09:00


Estabelecer o recorde mundial em uma maratona olímpica não é uma tarefa fácil! Sobretudo quando, além de não ser o favorito, o atleta vem de um dos países mais pobres do mundo e é tão desconhecido que nem os narradores da prova sabem seu nome. Em 1960, nas olímpiadas de Roma o etíope Abebe Akila bateu o recorde da maratona nestas condições e para surpresa de todos ele estava completamente descalço!!!

É verdade que a ausência do tênis foi motivo de risos e deboche dos oponentes antes da largada, mas isso não fez com que Abebe Bikila perdesse o seu foco. Muitas vezes nossas capacidades são subjugadas frente às aparências e primeiras impressões. Já vi muitos profissionais não serem admitidos em empresas por trazerem em seus curriculums nomes de faculdades pouco conhecidas ou histórico em empresas de pequeno porte. Também vi alguns destes profissionais se tornarem destaques em suas áreas depois de alguns anos. Não podemos medir a dedicação, intensidade e capacidade de qualquer pessoa pelas condições e circunstâncias que a vida lhe apresentou até então.

Voltando ao nosso campeão descalço, é importante dizer que ele não precisou de tênis de última geração, com absorção de impacto ou qualquer outra tecnologia desenvolvida nos laboratórios da NASA para consagrar seu nome na história; precisou apenas de uma boa dose de determinação, garra e aquilo que todo atleta sabe ser essencial: muito treino, dedicação e a consciência de que cada um é, em si mesmo, seu maior adversário. 

Um velocista não pode fazer nada para que seus adversários não o superem, a não ser concentrar-se em si mesmo e dar o seu melhor. Ao contrário de esportes como o futebol, onde o contato físico pode interromper uma jogada (inclusive de forma intencional), um velocista não pode derrubar um outro atleta, ou impedi-lo de ultrapassar. Sua única chance de chegar na frente é fazer o seu melhor, sem se preocupar com quem está ao seu lado.

Por analogia, podemos concluir que se não nos sentimos valorizados com nosso trabalho ou se nos sentimos ameaçados por pessoas que "jogam" de maneira desonesta - transitando pelo terreno da falta de ética e profissionalismo - ou ainda se sofremos opressão por parte de pessoas posicionadas em níveis hierárquicos mais altos, devemos nos concentrar em nós mesmos, jamais permitindo que nossas ações e nossos valores sejam contaminados por atitudes ou pensamentos que tirarão nossas energias e forças, elementos tão necessários para mostrarmos o que podemos fazer de melhor.

Quando inseridos nestas situações, devemos focar a longa maratona que temos pela frente, sabendo que ao darmos o nosso máximo, pouco importará os adversários e seus métodos, desde que durante todo o caminho, tenhamos um objetivo na mente e um propósito no coração.

No caso de Abebe Bikila, seu objetivo era claro: vencer a prova. Seu propósito foi revelado durante a entrevista coletiva, quando perguntado porque ele correu sem tênis:

- Eu queria que o mundo soubesse que na Etiópia nós vencemos com determinação e heroísmo.

E você? Qual o seu propósito?

(Permitida e reprodução, desde que citado o autor: Maurício Louzada)



Sem comentários

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal