Pilobolus- Trabalho em equipe - Blog de Maurício Louzada - Mauricio Louzada

Busca
Palestras Motivacionais
de alto impacto
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Pilobolus- Trabalho em equipe

Publicado por Maurício Louzada em Para o Trabalho · 13/10/2011 18:06:00 · Download Gruppe-Pilobolus-Amazing-Shadow-Dance.mp4
A companhia de dança Pilobolus nasceu em 1971, e seus vídeos são usados em muitos treinamentos quando o tema é trabalho em equipe.  Os integrantes da companhia, atuam atrás de um pano, com uma luz projetada da frente para o fundo, e a sombra dos indíviduos no pano forma as mais variadas imagens. 
Sugiro que para complementar a leitura deste artigo, você assista ao vídeo, clicando aqui. Pilobolus nos ensina que para o sucesso da apresentação, cada integrante deve se posicionar no lugar certo, fazendo a pose e os gestos certos, e assim colaborar com sua parte na formação da imagem desejada na projeção. O grupo forma carros, animais, pontos turísticos e outros elementos sempre em animação. Há imagens que são formadas pelas sombras de 8 ou 10 integrantes, com total perfeição. O resultado é incrível, e nos ensina algumas coisas importantes sobre o trabalho em equipe: 

1 – A equipe precisa ter uma idéia clara da imagem a ser formada (objetivo a ser alcançado) e cada integrante deve reconhecer e assumir seu papel na realização daquela tarefa. Tudo a ver com nosso ambiente profissional, não é mesmo? 

2 – A cada nova imagem (novo projeto) os integrantes podem assumir papéis diferentes. Algumas vezes suas sombras são mais importantes para a formação da imagem, em outras apenas um pequeno dedo fará um detalhe, mas sem ele a imagem ficaria incompleta. São nestes detalhes que a platéia vê perfeição e entusiasmo. Nem sempre estar à frente da equipe significa estar no papel mais importante. Não importa o que você faça, dê o seu melhor, porque é nele que pode estar o diferencial da sua equipe. 

3 – Nos ensaios, os integrantes tentam aperfeiçoar cada vez mais as imagens, e isso requer mudança de atitude. Para trabalhar em equipe devemos estar preparados para passar por mudanças que promovam melhorias, mesmo que tais mudanças incluam mais esforço ou menos destaque. Juntos, estaremos produzindo um resultado melhor. 

4 – Quem vê as sombras projetadas no pano, não imagina quem são as pessoas que estão por trás de tudo aquilo. Mas ao final, quando o pano cai, todos são muito aplaudidos pela platéia (geralmente de pé). Isso nos mostra que o reconhecimento individual é resultado de um esforço coletivo. Quando a platéia aplaude o grupo, não sabe quem estava na formação do elefante ou da Estátua da Liberdade. Só o que platéia sabe é que ali, todos têm muito talento, e contribuíram para o sucesso do espetáculo. 

5 – Igualmente, mas no caminho oposto, a falha de um único integrante prejudicaria todo o grupo. Por isso cada um deve torcer pelo sucesso do outro, apoiar no que for necessário, e ensinar aquilo que sabe aos demais.

Nem todas equipes trabalham assim, mas também nem todas são aplaudidas de pé.

(Texto extraído do livro PRA VALER. Permitida a reprodução, desde que citado o autor: Maurício Louzada)



Sem comentários

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal