Os sinos - Blog de Maurício Louzada - Mauricio Louzada

Busca
Palestras Motivacionais
de alto impacto
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Os sinos

Publicado por Maurício Louzada em Parábolas Empresariais · 28/2/2012 16:28:00
Como manda a tradição, um bispo programou uma visita a uma das cidades que estavam sob sua jurisdição. Avisou o pároco local com apenas uma semana de antecedência. Ao receber a notícia da ilustre visita, o padre preocupou-se com o fato de a igreja não possuir sino, portanto, ele não poderia realizar a tradicional recepção do bispo ao som do instrumento. Se o bispo soubesse que a igreja não tinha sinos, ficaria furioso. Mas não havia tempo para encomendar e instalar sinos. O jeito era fazer uma recepção inesquecível para que seu superior não se lembrasse deste detalhe.

Os preparativos correram pelos dias que se seguiram de maneira ininterrupta. Além dos fiéis da igreja, foram contratados decoradores profissionais, um renomado chef de cozinha e músicos de excelente qualidade.

A chegada do bispo foi triunfal. Logo pela manhã, ao descer da carruagem, o esperado convidado foi recebido ao som de "As quatro estações" perfeitamente orquestrada com violinos. No período da manhã acompanhou as atividades dentro da igreja. O almoço foi servido com pratos exóticos e especialidades do chef. Pela tarde, o bispo visitou as obras sociais da igreja e então, feliz com o que viu estava pronto para retornar à capital.

Porém, antes de entrar em sua carruagem, perguntou ao padre aquilo que este mais temia:

- Padre, por que não foram tocados os sinos da igreja como é tradição quando se recebe um bispo?

O padre que imaginara que aquela formalidade havia passado desapercebida pelo bispo, tratou de logo tirar uma pequena lista do bolso. Lá estavam mais de 20 itens que seriam usados como resposta caso aquela pergunta se apresentasse. Sem perder tempo, começou a ler todas as justificativas:

1 - Não sabíamos qual seria a melodia que mais lhe agradaria
 
2 - O som poderia agredir os seus tímpanos

3 - O som poderia assustar os cavalos, colocando o senhor em risco...

Antes que o padre pudesse continuar, o bispo fechou a porta da carruagem. Ele perguntou apenas para saber a resposta que receberia, afinal ele sabia que há muito tempo aquela igreja não tinha sinos. Certa vez um deles rachou e o conjunto foi levado para substituição e nunca mais voltou.

Quem tem muitas justificativas, no fundo está ocultando as mais simples verdades.



Sem comentários

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal